sexta-feira, 11 de novembro de 2011

C h a n g e

Não faço mais que lamentar-me, ultimamente, não é?!
Na verdade, eu até queria escrever coisas interessantes, felizes, que causassem impacto na minha vida e mesmo que fossem apelativas aos meus caros leitores, mas em vão...

O meu amor fugiu;
o meu relatório de estágio está em stand-by (arrepios só de pensar em escrever aquele mostrengo);
o emprego, apesar de abundar na minha área, requer todo: experiência profissional...
Não está fácil (como já todos constataram nas carteiras e nos noticiários), vale-me esta "lucidez do mundo que me rodeia", que me faz ver que não sou só eu e que os meus problemas são dois palitos no meio da lixeira!

Eu sei!
Acontece que eu preciso de comprar um par de botas, pelo que decidi fazer-me à vida, no campo! A azeitona não espera e eu desespero à espera de respostas... Uma mão lava a outra e com sorte arranjo uns trocos para as botas! lol

A verdade, é que eu preciso de uma reviravolta na vida e tendo entendido isso, o que ainda não sei, é para onde me hei de voltar... loool
Sem complicar demasiado, não me olhem como se eu estivesse no fundo do poço. Ainda vejo a luz do dia e estou sentada no muro com uma perna de cada lado.


9 comentários:

  1. ¨It's just a change in me
    Something in my liberty¨

    É só uma fase de mudança. Aprenda a lição, cresça, e saiba que tem muito pela frente. Projete em sua mente coisas boas para você. Só coisas boas. Muitas coisas boas virão, acredite e batalhe por elas.

    Beijos

    Força gata. Força!!!

    ResponderEliminar
  2. De repente tudo fica claro... o impossível torna-se realidade... são os ciclos da nossa vida...

    ResponderEliminar
  3. É uma fase menos boa, mas olha se tens emprego já não é mau e a experiencia vai-se adquirindo ao longo dos anos. Quanto ás botas isso é um acessório e os amores, sei que contigo morrem hoje e amanhã renascem de novo. Pensa que pode renascer já hoje mesmo e a Venusia logo logo muda de humor :)

    beijos

    ResponderEliminar
  4. Pelo pouco que conheço de ti, sei que não te vais deixar abater e que vais à luta!
    No limite, se as coisas correm pior do que esperas, sempre te podes dedicar à agricultura!
    Da maneira como as coisas estão, vamos assistir ao regresso das pessoas ao interior e fazer pela sua subsistência como antigamente!

    ResponderEliminar
  5. Voulait être tes larmes.

    Forth de vos yeux,

    Roll dans votre visage,

    Je termine dans vos lèvres!



    Voulait être votre salive.

    Né dans la bouche,

    Impliquez-vous dans votre langue,

    Être prises à l'intérieur de vous!



    Voulait être votre sueur.

    Drain de votre corps,

    Parcourez vos courbes,

    Je sèche sur vos vêtements.



    Voulait être vos mains,

    avec eux pointant dans ma direction.

    Et une volonté de ne pas le contrôle,

    Tenez sur mon corps et devenir le vôtre!

    ResponderEliminar
  6. Tens o DNA de uma vencedora dentro de ti... Estás programada para lutar e vencer. Isso nota-se na ferocidade que imprimes perseguindo a felicidade na tentativa de agarrar o teu fujão.

    E é mesmo assim a vida, todos passamos pelo mesmo, bons e maus momentos, se desistirmos de lutar ante as dificuldades abraçaremos o fracasso se lutarmos sem desistir alcançaremos sucesso.

    Aconteça o que acontecer sabe que já nasceste programada para vencer.

    Just go on... you'll win if you don't quit.

    Bjo de quem torce pelo teu sucesso.
    ;)

    ResponderEliminar
  7. Parece que de repente tudo muda!

    Beijo com charm

    ResponderEliminar